País

Não há memória de um S. João como este

David Alves

David Alves

Editor de Imagem

Restrições por causa da pandemia deixam ruas do Porto praticamente vazias.

Nunca se viu um S. João sem festa. Os principais pontos da cidades estiveram desertos. Sem martelinhos nem sardinhas assadas e sem a folia típica desta noite.

Para prevenir ajuntamentos na Invicta, a Câmara Municipal do Porto tomou várias medidas. As salas de espetáculo estiveram de portas fechadas e vários serviços encerraram mais cedo.

Os cafés e as lojas, por exemplo, encerraram às 19 horas e os restaurantes fecharam quatro horas depois.

Os transportes pararam mais cedo e o policiamento foi reforçado. "No S. João fique ao portão" é o lema deste ano. As festidades voltam no próximo.