País

Governo quer agilizar dispensa de medicamentos a cerca de 150 mil doentes

Infarmed vai liderar grupo de trabalho que estudará alterações à dispensa de medicamentos.

O Governo vai criar um grupo de trabalho para agilizar o acesso a alguns medicamentos de cerca de 150 mil doentes. A ideia é aproveitar a experiência dos meses de confinamento que obrigaram a reajustar as deslocações dos doentes, como refere o presidente do Infarmed, Rui Santos Ivo.