País

Estrutura do exame de Geografia mudou devido à Covid-19. Uma prova acessível na opinião dos alunos

O calendário nacional de exames estende-se até ao próximo dia 23.

O exame nacional de Geografia, para os alunos do 11º ano, realizou-se durante a manhã desta segunda-feira.

O uso de máscara, a higienização das mãos e o distanciamento físico fazem agora parte da nova rotina dos exames nacionais, mas os estudantes já não estranham.

A estrutura do exame este ano também é nova devido à Covid-19.

A prova teve 28 itens com cinco assinalados como obrigatórios para a classificação. Dos restantes 23 só as 17 respostas mais pontuadas contam para a nota final. Um exame acessível na opinião de alguns alunos.

Diretores das escolas ponderam ensino misto ou à distância

Os professores e diretores das escolas estão preocupados com o início do ano letivo. Consideram que será dificil cumprir as orientações da Direção Geral da Saúde quanto às regras de distanciamento e pedem ao Ministério da Educação para ponderar a abertura do ano lectivo em regime misto em vez de presencial.

A Associação Sindical dos Professores Licenciados já pediu para reunir com o Ministério da Educação por considerar insuficientes as orientações para o novo ano letivo, nomeadamente, a distância mínima entre alunos nas salas de aula ou o desdobramento de turmas.