País

Fogo na Pampilhosa da Serra mobiliza mais de 200 operacionais

(Arquivo)

MIGUEL A. LOPES

Fogo chegou a aproximar-se de uma aldeia.

Um incêndio eclodiu este domingo no concelho da Pampilhosa da Serra, onde consume uma área de mato e pinhal e está a ser combatido por mais de 200 operacionais, afirmou o vice-presidente da Câmara Municipal.

O autarca Jorge Custódio, que se encontra no local, disse à agência Lusa que o fogo começou junto à povoação de Machialinho, freguesia de Janeiro de Baixo, pouco antes das 16:00.

Autarca antevê "evolução favorável"

O autarca anteviu uma "evolução favorável" dos trabalhos de combate às chamas e realçou que os meios no terreno, às 18:00, estavam "a conseguir circunscrever" as frentes de fogo.

Inicialmente, acrescentou, o incêndio lavrava num "povoamento de pinhal denso" que não foi afetado por anteriores fogos que devastaram o concelho, no interior do distrito de Coimbra.

Fogo aproximou-se de uma aldeia

A proximidade da aldeia de Machialinho chegou a causar "alguma preocupação", segundo o vice-presidente da Câmara da Pampilhosa da Serra, liderada por José Brito.

Contudo, o vento afastou o fogo da povoação e "essa frente foi extinta", afirmou Jorge Custódio, ao salientar que o Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra "enviou meios aéreos com força", cuja intervenção evitou que o incêndio tomasse maiores proporções.

Às 17:30, estava a ser combatido por 220 operacionais com 55 viaturas, apoiados por 10 meios aéreos, números que, às 18:15, tinham baixado para 217, 54 e oito, respetivamente.