País

Catarina Martins acusa PSD de normalizar o discurso de ódio que levou a ameaças de deputadas

A coordenadora do Bloco de Esquerda acrescenta ainda que quem ameaça é criminoso.

Catarina Martins acusa Rui Rio e o PSD de terem ajudado a normalizar o discurso de ódio que agora levou a ameaças concretas a deputadas.

A coordenadora do Bloco de Esquerda diz que nos últimos tempos tem reparado que há responsáveis políticos "que acharam que podiam ser complacentes com o crime". Diz acreditar que "haverá quem no PSD se arrependa do que tem vindo a dizer e a normalizar até agora".


"Julgo que talvez o Dr. Rui Rio não tivesse a percepção do que estava a acontecer."


A coordenadora do Bloco de Esquerda reforça ainda a ideia de que quem ameaça é criminoso.

Veja também: