País

António Mexia e Manso Neto pedem anulação de todas as medidas de coação decididas em julho

Os presidentes da EDP e da EDP Renováveis, suspensos de funções, já recorreram da decisão do juiz Carlos Alexandre.

No recurso, a que a SIC teve acesso, a defesa dos presidentes da EDP e da EDP Renováveis pede a anulação de todas as medidas de coação decididas em julho devido a suspeitas de corrupção e participação económica em negócio.

A defesa considera que Mexia e Manso Neto devem continuar como estavam desde 2017: com termo de identidade e residência.

Os juízes da Relação de Lisboa têm 30 dias para apreciar os recursos, que tentam derrubar a decisão do Tribunal Central.