País

Cinco concelhos do distrito de Faro em risco máximo de incêndio

Bill Nichols, de 84ano, tenta salvar a sua casa durante um incêndio Vacaville, na Califórnia. Nichols mora naquela casa há 77 anos.

Noah Berger

Também há vários distritos em risco muito elevado de incêndio.

Os concelhos de Tavira, São Brás de Alportel, Loulé, Portimão e Monchique, no distrito de Faro, apresentam este sábado risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocou também vários concelhos dos distritos de Guarda, Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Beja em risco muito elevado de incêndio.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA alerta ainda que as ilhas da Madeira e do Porto Santo estão sob aviso amarelo, desde a madrugada de hoje até domingo à noite, devido ao tempo quente e à persisitência de valores elevados da temperatura máxima.

O aviso amarelo vigora para as duas ilhas da região autónoma da Madeira entre as 04:46 de hoje e as 21:00 de domingo, adianta o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O aviso amarelo é emitido em casos de "situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica", explica o IPMA.

É o segundo menos grave de uma escala de quatro cores, que passa pelo verde, amarelo, laranja e vermelho, numa ordem crescente de gravidade.

O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente limpo, temporariamente nublado até meio da manhã, no litoral do Cabo Raso até meio da manhã.

A previsão aponta também para vento fraco moderado a forte durante a tarde, na costa ocidental e nas terras altas.

Está ainda prevista uma pequena subida da temperatura máxima.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 9 graus Celsius (em Bragança) e os 21 (em Faro) e as máximas entre os 23 (na Guarda e em Aveiro) e o 34 (em Beja).