País

Mais de 60 mil jovens convocados para o Dia da Defesa Nacional

Dia da Defesa Nacional arranca esta quarta-feira.

O Dia da Defesa Nacional (DDN), jornadas de atividades e esclarecimento dos cidadãos maiores de 18 anos sobre as Forças Armadas, vai envolver mais de 63 mil jovens a partir de quarta-feira e até ao final do ano.

O DDN, que decorre em datas diversas conforme os concelhos e as instalações militares mais próximas (Centros de Divulgação do Dia da Defesa Nacional dos três ramos -- Exército, Marinha e Força Aérea), tinha sido suspenso em 9 de março em virtude da pandemia de covid-19.

Segundo o Ministério da Defesa Nacional (MDN), os 257 cidadãos convocados em Arouca foram dispensados de se apresentar em Maceda para o DDN devido ao surto de covid-19 que está a afetar aquele concelho do distrito de Aveiro.

Além de Maceda, esta 16.ª edição do DDN vai recomeçar de forma presencial nas instalações militares de Vila Real, Viseu, Sintra e Portimão.

O MDN garantiu que foram tomadas todas as medidas sanitárias e higiénicas preventivas, segundo as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS), para prevenir a transmissão do novo coronavírus.