País

Reforço de vagas no ensino superior permite que alunos alterem opções

FRIEDEMANN VOGEL

Entre 9 e 11 de setembro.

Os alunos que se candidataram este ano à primeira fase do Ensino Superior vão poder mudar as opções.

Em causa está o aumento do número de vagas para alguns cursos, já depois de terem terminado as candidaturas.

A garantia é dada pelo ministro do Ensino Superior ao jornal Público. Manuel Heitor diz mesmo que é um direito constitucional dos estudantes. A alteração pode ser feita entre os dias 9 e 11 de setembro na mesma plataforma de candidaturas online.

Cursos com mais procura vão ter reforço de vagas

Devido ao recorde de 62.675 candidaturas, o Governo decidiu criar mais 4.737 lugares para alguns cursos superiores.

"Representa um aumento de 10% face ao ano passado, com reforço de vagas sobretudo nos cursos com mais procura e incluindo mais cerca de 400 vagas nos cursos com maior concentração de melhores alunos, as quais crescem 26% face ao ano anterior", refere o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

"O reforço de vagas ocorre sobretudo nos cursos com mais procura, incluindo mais 399 vagas nos 17 ciclos de estudo com maior concentração de melhores alunos face a 2019 (excetuando Medicina), que assim têm um crescimento de vagas de cerca de 26% face ao ano anterior", acrescenta o comunicado.

Após a conclusão da primeira fase do concurso nacional de acesso, o número de vagas do regime geral de acesso ao ensino superior poderá ter ainda "um novo reforço adicional na segunda fase, caso venha a ser considerado adequado, nos novos termos legais em vigor".

  • 2:34