País

Autoridades procuram 30 migrantes em fuga que desembarcaram na ilha Deserta, em Faro

(Arquivo)

Alerta foi dado por pessoas que se encontravam na praia.

Um grupo de cerca de 30 migrantes está a ser procurado pelas autoridades na ilha Deserta, em Faro, depois de se ter colocado em fuga após desembarcar naquele local, disse à Lusa fonte da Autoridade Marítima.

Segundo o comandante da Zona Marítima do Sul, no local estão pelo menos 18 elementos da Polícia Marítima, apoiados por quatro embarcações e outros meios, na tentativa de intercetar os tripulantes da embarcação, que já foi localizada.

O desembarque foi comunicado às autoridades via 112 por pessoas que se encontravam na praia, naquela ilha, que não possui habitantes e apenas tem um restaurante e um apoio de praia, acrescentou Fernando Rocha Pacheco.

Na operação estão também envolvidos elementos da Unidade de Controlo Costeiro da GNR.

O último caso envolvendo um desembarque de migrantes na costa algarvia ocorreu em julho, quando um grupo de 21 homens, alegadamente marroquinos, desembarcaram na Ilha do Farol, também no concelho de Faro.

A ilha Deserta fica a cerca de 20 minutos de barco de Faro.