País

Fogo de Proença-a-Nova pode ter origem criminosa

Incêndio que começou no domingo foi hoje dado como dominado.

O ministro da Administração Interna diz que o dados preliminares indicam que o incêndio em Proença-a-Nova teve origem criminosa.

Eduardo Cabrita sublinha também que um terço dos incêndios podia ser evitado se fossem minimizadas as práticas negligentes.

O ministro falava aos jornalistas em Sobreira Formosa, Proença-a-Nova, depois de este incêndio, que se alastrou aos concelhos de Oleiros e Castelo Branco, ter sido dado como dominado hoje de manhã.

De acordo com o governante, o incêndio poderá "ter começado por causa dolosa de natureza criminosa". Esta indicação preliminar foi dada ao ministro pela GNR, que está a investigar as causas do incêndio em conjunto com a PJ.