País

Libertados oito migrantes marroquinos que chegaram a Faro em junho

O prazo de prisão preventiva esgotou.

Oito migrantes marroquinos retidos desde junho em Faro foram libertados no domingo por ter esgotado o prazo legal da detenção.

Como as autoridades de Marrocos não emitiram os documentos de identificação dentro dos prazos estipulados pela lei para cumprir a ordem de expulsão, o SEF deixou de poder manter os migrantes sob custódia.

Só poderão voltar a ser retidos quando houver forma de os repatriar.

Veja também: