País

Mãe de bebé deixado à porta de uma igreja no Cacém entrega-se às autoridades

Hannah Mckay

Um bebé de 21 dias foi abandonado na noite de terça-feira junto a uma igreja no Cacém, nos arredores de Lisboa.

A mãe do bebé que foi deixado à porta de uma igreja no Cacém, nos arredores de Lisboa, entregou-se esta sexta-feira às autoridades.

A mulher, de 25 anos, confessou o que tinha feito no início da semana, mostrando-se muito arrependida. Entregou-se no Hospital Amadora-Sintra, justificando o abandono por ter sido despejada de casa.

Segundo fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, durante a tarde desta sexta-feira, os serviços de pediatria do Hospital Amadora-Sintra contactaram a esquadra do Cacém, relatando que uma mulher que se encontrava no local alegava ser a mãe do bebé deixado junto ao Centro Social Baptista.

De imediato, foram acionadas as equipas de investigação criminal de Sintra da PSP, que transportaram a mulher para a esquadra do Cacém. Acabou por ser constituída arguida, confirmou à Lusa fonte da PSP.

"Contactado o Ministério Público e efetuadas algumas diligências, foi decretado o termo de identidade e residência à arguida", indicou a fonte.

Será em breve ouvida em tribunal.

O recém-nascido foi encontrado dentro de uma alcofa, bem nutrido, sem sinais de maus-tratos e com uma carta escrita pela mãe, onde dizia não ter capacidade financeira para o criar.

"Por favor não julgem a minha mãe, ela só está a evitar que eu sofra junto dela, estamos a passar muitas dificuldades", lia-se na carta.

Instagram @anafilipanunes.jornalista

A PSP tratou de encaminhar o menor para o hospital Amadora-Sintra, onde foi observado e se percebeu que estava bem de saúde. De acordo com a polícia, o recém-nascido estava bem alimentado, agasalhado e sem aparentes sinais de maus-tratos.

O caso foi entregue ao Ministério Público e entretanto o bebé recém-nascido já tinha sido entregue a uma família de acolhimento.