País

Ventura apresenta moção de estratégia com propostas para alterar o partido, mas garante manter a matriz

Realiza-se este fim de semana a II Covenção Nacional do Chega e a moção será votada este domingo.

Começou este sábado a II Convenção Nacional do Chega.

Andrá Ventura apresentou uma moção de estratégia com propostas para alterar o partido. O líder garante manter a matriz do Chega e promete torná-lo na terceira força política do país.

O arraque da II Convenção Nacional do Chega também ficou marcado por duas manifestações, junto ao edifício onde decorre o evento, em Évora. Uma delas, a favor do partido, outra contra.

Na sexta-feira à noite, cerca de 500 simpatizantes do partido marcharam junto a André Ventura, pela cidade, de forma ordeira, mas sem distanciamento social.

O outro protesto, organizado por um grupo antifascista, aconteceu na Praça do Giraldo, no centro histórico, à chegada dos apoiantes de Ventura. Com cravos vermelhos na mão ouviu-se a música "Grândola Vila Morena", de Zeca Afonso.