País

Amadora-Sintra sem urgência de Obstetrícia à noite. Câmara de Sintra considera “inaceitável”

Falta de pessoal encerra serviço das 20h00 às 08h00.

A câmara de Sintra considera "inaceitável" o encerramento durante a noite da urgência de Ginecologia-Obstetrícia do Hospital Fernando da Fonseca.

O serviço do Amadora-Sintra encerrou esta segunda-feira por falta de pessoal e obriga as grávidas da região a recorrerem a outros hospitais de Lisboa e Cascais em caso de urgência.

A Câmara considera a decisão "incompreensível, desrespeitosa e reveladora de uma total ausência de planeamento e coordenação para com as populações".

Cerca de 400 mil habitantes numa área de 320 quilómetros quadrados, num dos maiores concelhos da Europa, está neste momento sem urgência de Ginecologia-Obstetrícia durante a noite.