País

Professor universitário ensina que violência doméstica é crime de pouca importância no código penal

Ex-aluna conta que prejudicava a avaliação dos alunos que o confrontavam.

O professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa que comparou o feminismo ao nazismo, ensina nas aulas que a violência doméstica é um crime de pouca importância no código penal.

Uma ex-aluna de Francisco Aguilar conta que o Professor prejudicava a avaliação dos alunos que o confrontavam.

Francisco Aguilar, 47 anos, é professor universitário há mais de 20 e tornou-se figura polémica nas últimas semanas, tanto pelo que ensina nas aulas como pelo que escreve em artigos científicos.

Os professores da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa podem decidir que conteúdos querem lecionar nas suas cadeiras e não há quem fiscalize. Assim que disparou a polémica, o programa de Direito Penal 4 desapareceu do site da faculdade.

A faculdade abriu, entretanto, um processo de inquérito a Francisco Aguilar. O professor garantiu à SIC que não está suspenso de funções e a faculdade, questionada atempadamente, não respondeu.

Francisco Aguilar esteve acusado num processo de violência doméstica contra uma ex-namorada, tendo sido absolvido na semana passada.