País

Costa implica Marcelo na não renovação do mandato do presidente do Tribunal de Contas

Primeiro-ministro garante: o critério do mandato único está acertado com o Presidente da República.

O primeiro-ministro implica o Presidente da República na não renovação do mandato do presidente do Tribunal de Contas.

António Costa diz que a saída de Vitor Caldeira do cargo segue o critério já usado para a Procuradora-Geral da República. E rejeita que a decisão esteja relacionada com as críticas do tribunal às novas regras da contratação pública.

Veja também: