País

António Costa puxa Marcelo para a nomeação de José Tavares para o TdC

Durante o debate, o primeiro-ministro reforçou que a nova liderança do Tribunal de Contas foi escolhida em articulação com o Presidente da República.

António Costa insiste que a alteração na liderança do Tribunal de Contas corresponde a um critério definido em articulação com o Presidente da República.

No debate desta quarta-feira, no parlamento, o primeiro-ministro ouviu as criticas dos vários partidos, mas garantiu que não vê o tribunal como uma força de bloqueio às ações do governo.

Ao longo do debate, António Costa colocou várias vezes Marcelo Rebelo de Sousa ao lado da decisão e ainda ironizou sobre os elogios dos partidos a Vítor Caldeira dizendo que daqui a quatro anos vão estar todos a elogiar o novo presidente do Tribunal de Contas.