País

Mais de 240 portugueses repatriados da Venezuela num voo da TAP

TAP estava proibida de operar no país há oito meses.

A TAP repatriou na terça-feira 241 portugueses que estavam retidos na Venezuela devido à pandemia de covid-19. Foi o primeiro voo de repatriamento da Venezuela realizado pela companhia aérea nacional.

O voo foi organizado pelo consulado de Portugal em Caracas e partiu do aeroporto internacional em Maiquetía, com mais 55 passageiros de outros países europeus.

A maior parte dos portugueses repatriados são pessoas com mais de 65 anos, para quem o acompanhamento médico é mais urgente.