País

Funcionárias das cantinas escolares em protesto

Queixam-se das condições de trabalho.

Há trabalhadoras das cantinas que trabalham há vários anos na mesma escola e continuam a ter de cumprir um período experimental. Acusam as empresas de reduzir o pessoal, quando há mais exigências com a desinfeção.

O Bloco de Esquerda quer que seja reduzido de 120 para 90 dias, o tempo que o trabalhador está à experiência