País

Detidos cinco homens de uma rede que trazia cocaína para Portugal em voos privados

Dois portugueses e três estrangeiros detidos pela PJ.

A Polícia Judiciária deteve cinco homens por suspeitas de integrarem uma organização criminosa transnacional dedicada ao tráfico de droga que recorria a voos privados e apreendeu cocaína suficiente para 1,7 milhões de doses.

Em comunicado, a PJ explica que na operação "White-wing", desencadeada nos últimos dias através da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes, forem detidos dois portugueses e três estrangeiros, com idades entre os 26 e os 44 anos, e apreendida quantidade de cocaína que daria para 1.750.000 doses.

Foi igualmente apreendida "uma aeronave, um jato bimotor, que foi utilizada no transporte da droga a partir da América Latina, tratando-se da primeira operação policial que, no nosso país, levou à apreensão de uma aeronave deste tipo", acrescenta a PJ.

Presentes às autoridades judiciárias competentes, a três dos arguidos foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva, ficando os restantes dois, sujeitos a apresentações periódicas.

A operação ocorreu na sequência de uma investigação à introdução de cocaína no continente europeu, através de território nacional, com recurso a voos privados.