País

Bacelar Gouveia investigado por suspeitas de corrupção

É acusado de vender doutoramentos a alunos dos PALOP.

Jorge Bacelar Gouveia está a ser investigado pelo Ministério Público por suspeitas de corrupção.

De acordo com a revista Sábado, o professor universitário e candidato a juiz do Supremo Tribunal de Justiça é suspeito de vender doutoramentos a alunos de alguns Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), a troco de contrapartidas.

A publicação avança ainda que as suspeitas remontam ao processo "Tutti-Frutti", quando a Polícia Judiciária intercetou conversas telefónicas entre Bacelar Gouveia e um antigo deputado do PSD, Sérgio Azevedo, seu aluno da Universidade Nova e a preparar um doutoramento.

À Sábado, o professor universitário garantiu nunca ter sido ouvido pelo Ministério Público sobre estes factos.