País

PJ chamada à fábrica no Montijo onde deflagrou incêndio

Dois bombeiros ficaram feridos.

A Polícia Judiciária está a investigar as causas do incêndio que deflagrou na madrugada desta quinta-feira numa fábrica de hidrogenação e purificação de óleo no Montijo, em Setúbal, que causou dois feridos ligeiros.

As causas do incêndio não foram ainda apuradas, mas foi acionada pela GNR a presença da Polícia Judiciária no local.

Moradores falam em explosões enormes

O alerta para o fogo foi dado perto da 01h00 e às 07h00 estava já em fase de rescaldo com 70 operacionais no terreno apoiados por 26 viaturas.

"O incêndio alastrou depois a um parque de estacionamento exterior, afetando uma outra empresa de tintas", disse fonte do CDOS de Setúbal à Lusa.

À SIC Notícias, o 2.º Comandante dos Bombeiros do Montijo explicou que dois bombeiros ficaram feridos, sem gravidade. Um sofreu queimaduras de primeiro e segundo grau num membro inferior e outro sofreu "traumas a nível psicológico devido à dimensão das explosões".

Os dois operacionais foram transportados para o Hospital do Barreiro e estão a recuperar.