País

Açorianos decidem o próximo governo regional e a assembleia legislativa

Anteriores eleições tiveram 60% de abstenção

Os Açores decidem hoje o proximo governo regional e os 57 deputados que vão compor a assembleia legislativa. Os candidatos do principais partidos já votaram.

Mais de 228 mil eleitores são hoje chamados a escolher os 57 deputados da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Candidatam-se 13 forças políticas: PS, PSD, CDS-PP, BE, CDU, PPM, Iniciativa Liberal, Livre, PAN, Chega, Aliança, MPT e PCTP/MRPP.

No arquipélago, onde o PS governa há 24 anos, existe um círculo por cada uma das nove ilhas e um círculo de compensação, que reúne os votos não aproveitados para a eleição de parlamentares nos círculos de ilha.

Nas anteriores legislativas açorianas, em 2016, o PS venceu com 46,4% dos votos, o que se traduziu em 30 mandatos no parlamento regional, contra 30,89% do segundo partido mais votado, o PSD, com 19 mandatos, e 7,1% do CDS-PP (quatro mandatos).

O BE, com 3,6%, obteve dois mandatos, a coligação PCP/PEV, com 2,6%, um, e o PPM, com 0,93% dos votos, também um.

A abstenção atingiu 59,16%, superando o valor mais elevado até então neste tipo de sufrágios, 53,34% registados em 2008.