País

Agravamento da agitação do mar até quarta-feira. Ondas podem chegar aos 8 metros

Armando Franca

Previstas rajadas superiores a 110 km/h.

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) alertou esta segunda-feira para um "agravamento considerável" das condições meteorológicas e da agitação marítima na costa do continente entre a próxima madrugada e as 18:00 de quarta-feira e recomenda "vigilância permanente" no mar e zonas costeiras.

"A previsão do vento e do estado do mar indica um agravamento considerável das condições meteorológicas e da agitação marítima em Portugal Continental, entre a madrugada de amanhã, dia 03 de novembro, e as 18:00 de quarta-feira, dia 04 de novembro", refere a AMN num comunicado hoje divulgado na sua página oficial.

As previsões apontam para agitação marítima com "ondulação proveniente do quadrante noroeste com uma altura significativa de cinco metros, podendo a altura máxima atingir os oito metros, com período médio de 13 segundos".

"A previsão do vento aponta para uma intensidade média superior a 65 Km/h, podendo ocorrer rajadas superiores a 110 Km/h, proveniente do quadrante norte", acrescenta-se na nota.

Para além de um estado de vigilância permanente no mar e nas zonas costeiras, a AMN e a Marinha recomendam também "vigilância apertada" para embarcações atracadas e fundeadas, que se evitem passeios junto ao mar, como molhes e pontões, e orla costeira, como praias e arribas, desaconselhando ainda atividades lúdicas como a pesca, em particular em falésias e arribas expostas à rebentação das ondas.