País

Começou o julgamento do gangue que matou jovem de 24 anos no Campo Grande, em Lisboa

Três dos arguidos, todos menores de 21 anos, estão em prisão preventiva.

Arrancou esta quinta-feira no Campus da Justiça, em Lisboa, o julgamento dos quatro suspeitos de assassinarem um jovem de 24 anos, filho de um ex-inspector da Polícia Judiciária.

Três dos arguidos. todos menores de 21 anos, estão em prisão preventiva. Um deles admitiu em tribunal ter sido o autor das duas facadas que mataram Pedro Fonseca. Garantiu estar arrependido e que nunca teve a intenção de matar.

O quarto arguido encontra-se em liberdade. Senta-se no banco dos réus por ter comprado os artigos roubados.

O crime

O crime ocorreu a 28 de dezembro de 2019. Os elementos do grupo terão abordado o jovem para o assaltar e acabaram por esfaqueá-lo várias vezes, no Campo Grande, em Lisboa.

A Polícia Judiciária coloca a hipótese de haver ligações entre os autores da morte do jovem com a série de assaltos ocorridos na zona do Campo Grande e da Quinta das Conchas.

Esta quinta feira foi ouvido em tribunal um outro jovem, também assaltado na mesma semana do crime pelo mesmo grupo. Em tribunal lembrou identificou dois dos arguidos como os assaltantes.