País

SEF deteve mais um elemento de uma rede suspeita de tráfico de pessoas

Lusa

Foi detido na Grande Lisboa e encontra-se em prisão preventiva.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras deteve, em Lisboa, um membro de uma rede suspeita de tráfico de pessoas, associação de auxílio à imigração ilegal e falsificação de documento numa investigação que já indiciou este ano outros dois cidadãos.

Em comunicado divulgado esta quinta-feira, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) explica que a detenção foi realizada no início da semana no âmbito da operação 'Garfunkel' e que o detido se encontra em prisão preventiva, tal como os outros dois detidos anteriormente.

O cidadão estrangeiro estava referenciado numa investigação sobre a alegada prática dos crimes de tráfico de pessoas, associação de auxílio à imigração ilegal e falsificação de documentos, que, no decorrer deste ano, já indiciou outros dois cidadãos.

O indivíduo atuava como elo de contacto para a obtenção de falsos documentos que eram, posteriormente, fornecidos a cidadãos oriundos de países africanos que viajam com destino a outros países da Europa, via Portugal.

A detenção ocorreu na área da grande Lisboa, tendo sido apreendido diverso material relacionado com a falsificação de documentos, bem como milhares de euros em numerário.

A investigação do SEF teve início em março deste ano, vindo a prova apreendida comprovar a estrutura organizada desta rede.

Veja também: