País

Famílias de refugiados povoam aldeia desertificada da Guarda

Paulo Gabriel

Paulo Gabriel

Repórter de Imagem

São do Uganda e da Nigéria e estão há menos de um mês no interior do pais.

Duas famílias de refugiados chegaram à aldeia de Ima no concelho da Guarda pela mão de uma associação de migrantes do Porto.

São do Uganda e da Nigéria, países do continente africano e estão há menos de um mês no interior do pais onde têm casa e terra para trabalhar.

Em contrapartida, a povoação com pouco mais de 20 habitantes tem novos povoadores e, pela primeira vez em muitos anos, vê crianças a brincar e a correr na rua.

Os adultos têm entre 40 e 43 anos e as crianças entre 7 meses e 11 anos de idade.

O Projeto "Lar" reconstruiu casas devolutas e emprestadas para acolher refugiados