País

Cerimónia da Restauração da Independência sem discursos

Marcelo Rebelo de Sousa diz foi assim decidido por causa do estado de emergência.

O 1.º de Dezembro deste ano não teve discursos. O Presidente da República diz que este foi o entendimento face à situação de estado de emergência em que o país se encontra, devido à pandemia de covid-19.

A Restauração da Independência celebra-se esta terça-feira, 1 de dezembro, e assinala o fim de 60 anos de soberania espanhola em Portugal, nos séculos XVI e XVII.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, presidiu a uma cerimónia de homenagem aos heróis da Restauração de 1640 e da Guerra da Aclamação 1640-1668.

Para além do Presidente da República, nas comemorações esteve presente também o primeiro-ministro, António Costa.