País

Mau tempo: Proteção Civil registou 347 ocorrências até às 23:00 horas

Nuno André Ferreira

Distrito de Lisboa foi o mais afetado pelo mau tempo.

A Proteção Civil registou, entre as 00:00 e as 23:00 de sexta-feira, 347 ocorrências em todo o país, maioritariamente quedas de árvores, na sequência da passagem da depressão Dora, com Lisboa a ser o distrito mais afetado.

"Até às 23:00 [de sexta-feira] registámos 347 ocorrências", disse à agência Lusa fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

O distrito de Lisboa foi o mais afetado pelo mau tempo, contabilizando 72 do total de ocorrências registadas na sexta-feira, seguido pelos distritos de Leiria e Setúbal, cada um com 32 ocorrências.

O vento forte que se sentiu ao longo do dia motivou grande parte das ocorrências, acrescentou a Proteção Civil.

A ANEPC explicitou que houve um desagravamento das condições meteorológicas, nomeadamente "da agitação marítima e da intensidade do vento".

O número de ocorrências também diminuiu a partir das 20:00 de sexta-feira, razão pela qual o próximo balanço apenas vai ser feito às 08:00 de hoje.

O acesso ao maciço central da Serra da Estrela continua encerrado devido à queda de neve, adiantou a Proteção Civil.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, os distritos de Lisboa, Porto, Faro, Setúbal, Viana do Castelo, Leiria, Beja, Coimbra, Braga, devido à previsão de agitação marítima forte na sequência dos efeitos da depressão Dora em Portugal continental.

O aviso laranja indica situação meteorológica de risco moderado a elevado e o amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Este aviso está em vigor entre as 23:53 de sexta-feira e as 00:00 de domingo nos distritos do Porto, Viana do Castelo, Aveiro e Braga.

Já para os distritos de Lisboa, Leiria e Coimbra o aviso vigora entre as 23:53 de sexta-feira e as 12:00 de domingo, enquanto para os distritos de Faro e Beja, este aviso estende-se até às 18:00.

O mau tempo que se vai fazer sentir no continente, pelo menos, até sábado surge na sequência da passagem em Portugal continental da depressão Dora, que vai trazer também vento forte, precipitação, neve e descida da temperatura.