País

Homem que matou outro a tiro condenado a 12 anos de prisão

O arguido esteve sete anos em fuga.

O Tribunal de Viana do Castelo condenou esta quarta-feira a 12 anos de prisão um homem de 36 anos por ter matado outro a tiro, na cidade, em 2013.

O homem estava acusado de homicídio qualificado, mas acabou por ser condenado por homicídio simples, por não ter sido encontrada a arma do crime.

Durante a leitura do acórdão, a juiz presidente do coletivo adiantou que o arguido, que se encontra em prisão preventiva após sete anos em fuga, e que não esteve presente na sala de audiências, foi absolvido de outros dois crimes de que vinha acusado, designadamente um crime de ofensa à integridade física qualificada e o outro de detenção de arma proibida.

A magistrada explicou não ter sido suficiente para a condenação daqueles dois crimes "a prova documental e testemunhal" produzida durante o julgamento, que teve início em outubro.

O coletivo que julgou o caso decidiu ainda condenar o homem a pagar uma indemnização à mãe da vítima mortal no valor total de 141 mil euros.

  • 1:57