País

Congresso digital da JS. Costa diz que democracia não pode ser suspensa 

Primeiro-ministro elogiou iniciativa. 

António Costa participou esta manhã no encerramento do Congresso da Juventude Socialista e, quando questionado pelos jornalistas, não quis dizer uma única palavra sobre o futuro do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

Na sessão de encerramento do congresso da JS, o primeiro-ministro preferiu as boas notícias e anunciou a chegada de um novo ciclo europeu.

A dias de receber em mãos a presidência rotativa da União Europeia, Costa festejou o fim das divergências para libertação da prometida bazuca de fundos europeus.

Na posse do novo líder da JS, aplaudiu o congresso totalmente digital.