País

Passo atrás no regresso do comboio à Linha do Tua 

Empresário Mário Ferreira manifestou intenção de desistir. 

O empresário Mário Ferreira, da Douro Azul, manifestou intenção de desistir da concessão da Mobilidade do Tua, que previa o regresso do comboio à linha ferroviária. Os municípios que integram a Agência de Desenvolvimento do Vale do Tua já pediram uma reunião urgente ao operador.

Até ao momento já foram investidos 16 milhões de euros em obras, infraestruturas e equipamento. O processo arrasta-se há quase 4 anos entre obras de requalificação da linha e burocracias por parte dos organismos públicos.

Contactado pela SIC, Mário Ferreira não quer, para já, falar sobre o assunto, apenas confirma ter recebido dos autarcas um pedido de uma reunião urgente.