País

Proteção Civil lança aviso à população devido à previsão de tempo frio para os próximos dias

PEDRO SARMENTO COSTA

Temperaturas podem descer até aos 6 graus negativos.

O tempo frio vai continuar pelo menos até ao final da semana em especial nas regiões do interior norte e centro onde as temperaturas mínimas podem chegar aos seis graus negativos, segundo a meteorologista Maria João Frada.

"Temos avisos em todos os distritos até dia 6 (quarta-feira) com exceção do Algarve que vai ter um alívio já a partir de quarta-feira. É provável que em parte dos distritos se prolongue o aviso por mais tempo, até ao final da semana pelo menos nos do interior norte e centro e eu diria mesmo até ao fim de semana", disse.

Com base na informação disponibilizada pelo IPMA, a Proteção Civil lançou um conjunto de medidas preventivas:

  • Que se evite a exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura;
  • Manter o corpo quente, através do uso de várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura ambiente;
  • A proteção das extremidades do corpo (usando luvas, gorro, meias quentes e cachecol) e calçado quente e antiderrapante;
  • A ingestão de sopas e bebidas quentes, evitando o álcool que proporciona uma falsa sensação de calor;
  • Especial atenção com a proteção em termos de vestuário por parte de trabalhadores que exerçam a sua atividade no exterior, e evitar esforços excessivos resultantes dessa atividade;
  • Acautelar a prática de atividade física no exterior, prestando atenção às condições do piso para evitar quedas;
  • Prestar atenção aos grupos mais vulneráveis (crianças nos primeiros anos de vida, doentes crónicos, pessoas idosas ou em condição de maior isolamento, trabalhadores que exerçam atividade no exterior e pessoas sem abrigo).

Ao nível da proteção coletiva, pedem:

  • Especial atenção aos aquecimentos com combustão (ex.: braseiras e lareiras), que podem causar intoxicação devido à acumulação de monóxido de carbono e levar à morte;
  • Que se assegure uma adequada ventilação das habitações, quando não for possível evitar o uso de braseiras ou lareiras;
  • Que se evite o uso de dispositivos de aquecimento durante o sono, desligando sempre quaisquer aparelhos antes de se deitar;
  • Que se tenha em atenção a condução em locais onde se forme gelo na estrada, adotando uma condução defensiva;
  • Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Previsão do tempo

No que diz respeito às temperaturas máximas no continente, a meteorologista do IPMA adianta que vão ser muito baixas.

"Não vão ultrapassar os 10 graus na generalidade do território. Serão um pouco mais altas na costa sul do Algarve rondando os 12/ 13 graus. No interior norte e centro, nomeadamente no nordeste transmontano e Beira Alta, serão inferiores a 06 graus", indicou.

Quanto às temperaturas mínimas, segundo Maria João Frada, vão variar entre os -3 e os -6 no nordeste transmontano e Beira Alta e entre os 05 e os 07 no Algarve.

Maria João Frada adiantou também que está prevista já a partir desta terça-feira alguma nebulosidade, que será mais persistente na quarta-feira com a entrada de uma massa de ar mais quente e húmida vinda de sul que vai trazer períodos de chuva ao Baixo Alentejo e Algarve.

Quanto à Madeira, que na segunda-feira esteve sob aviso vermelho, o mais grave, devido à precipitação, Maria João Frada adiantou que os episódios de chuva vão regressar na quarta-feira.

"Hoje [terça-feira] está um bocadinho mais calmo, mas na quarta-feira vamos ter novo episódio de chuva ou aguaceiros fortes que poderão ser acompanhados por trovoadas em especial na madrugada e até ao final da manhã tendo sido já emitido aviso amarelo. Vamos ter também vento forte, podendo ser emitido um aviso laranja de rajadas", disse.

  • 24:07