País

Líder do CDS responde a Adolfo Mesquita Nunes: “Será mais agradável dialogar pessoalmente”

Depois do ex-dirigente ter pedido eleições antecipadas no partido.

Francisco Rodrigues do Santos afirma que as questões do partido devem ser discutidas internamente.

O líder do CDS reagiu às declarações do ex-dirigente, Adolfo Mesquita Nunes, que pediu eleições antecipadas no partido. Considera que o CDS está a atravessar uma crise de sobrevivência e que, se nada for feito em contrário, não haverá muito tempo para resolver o problema.

Rodrigues dos Santos afirma que irá reunir com órgãos nacionais do partido para reflexão sobre situação política.