País

SEF. Sindicatos são ouvidos no Parlamento sobre a restruturação do serviço

O ministro da Administração Interna anunciou que a legislação de restruturação será produzida este mês.

Os sindicatos que representam os trabalhadores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) vão ser ouvidos, esta quarta-feira, no Parlamento sobre o futuro do organismo.

O Governo já tinha anunciado que o SEF ia sofrer alterações e que será o novo diretor, Luís Francisco Botelho Miguel, ex-comandante-geral da GNR, que irá dirigir o processo.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, anunciou no Parlamento que a legislação sobre a restruturação do SEF será produzida ainda este mês.

O processo foi desencadeado nove meses depois da morte de um ucraniano nas instalações do SEF, no aeroporto de Lisboa.