País

Acidente de trabalho em pedreira de Vila Viçosa causa um ferido grave

A vítima vai ser helitransportado para um hospital em Lisboa.

Um homem, com mais de 50 anos, sofreu hoje ferimentos graves num acidente de trabalho numa pedreira de mármore no concelho de Vila Viçosa (Évora) e vai ser helitransportado para um hospital em Lisboa, revelaram diversas autoridades.

Contactada pela agência Lusa, fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) explicou que o alerta para o acidente foi dado "às 10:35", envolvendo "um homem, de 58 anos".

"É um ferido grave" e vai "a caminho um helicóptero do INEM para efetuar o transporte para um hospital em Lisboa", acrescentou a fonte, por volta das 12:40, sem precisar qual a unidade hospitalar de destino.

Fonte do Comando Territorial de Évora da GNR confirmou tratar-se de "um acidente de trabalho numa pedreira", mas referiu que o ferido grave tem "56 anos".

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora indicou à Lusa que o acidente aconteceu numa pedreira em Fonte Moura, na freguesia de Pardais, no concelho de Vila Viçosa.

"É uma pedreira de mármore" e "um carril de uma máquina de fio diamantado caiu em cima" do trabalhador, adiantou à Lusa o comandante dos Bombeiros de Vila Viçosa, Nuno Pinheiro.

Segundo o mesmo responsável, "a máquina circula em cima de um carril" e este "estava a ser mudado de sítio, quando o cabo se partiu", o que terá levado a que caísse em cima do homem.

O ferido grave foi transportado para o heliporto existente junto do quartel dos Bombeiros Voluntários de Vila Viçosa, para ser helitransportado para Lisboa.

A Lusa contactou o Centro Local do Alentejo Central da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), que indicou que uma equipa de inspetores já tinha seguido para o local, para proceder a averiguações.

Para o local do acidente foram mobilizados 20 operacionais, apoiados por sete veículos, incluindo meios dos bombeiros, GNR e INEM.

  • Mussolini: o pai dos populistas

    Extremos

    Antonio Scurati descreve Mussolini como "o primeiro líder populista da História". O líder fascista "é sem dúvida um ditador, mas foi também o ideólogo da tipologia de liderança populista que ainda hoje domina a cena política", conta o professor e investigador italiano à equipa Extremos

    Maria Rodrigues e Rita Murtinho