País

Quase dois mil alunos em risco de abandono escolar em 2020

Com o ensino à distância, teme-se que o cenário venha a piorar.

O número de alunos em risco de abandono escolar aumentou. Só no último ano foram sinalizadas quase duas mil crianças, mais 200 do que em 2019.

Num ano marcado pelas aulas à distância, a dificuldade em acompanhar os alunos aumentou. É o que revela um inquérito realizado pelo Conselho Nacional de Educação.

Em algumas escolas, entre março e junho do ano passado, 10% dos alunos estiveram completamente desligados, sem qualquer contacto com a escola. A nível nacional os professores revelam que não conseguiram chegar a cerca de 7% dos alunos que acompanham.

Para a Associação de Diretores são números que mostram como o ensino à distância propicia o abandono escolar.

No arranque deste ano letivo houve alunos que não regressaram à escola. Um dado já revelado pelo secretário de Estado da Educação.

Com as escolas novamente encerradas, a Associação Nacional de Diretores teme que o cenário no próximo ano seja ainda pior.

Neste momento os diretores têm de reportar semanalmente as faltas injustificadas. O objetivo é manter todos os alunos dentro do radar até ao regresso das aulas presenciais.