País

Vereador de Coimbra demite-se por ter adjudicado contratos de mais 200 mil euros à empresa do filho

A situação foi denunciada por um cartoon satírico e o caso está a ser investigado pelo Ministério Público.

Um vereador da Câmara Municipal de Coimbra demitiu-se depois de ter sido denunciado que terá adjudicado contratos de mais de 200 mil euros a uma empresa do filho. O caso está a ser investigado pelo Ministério Público.

O agora ex-vereador Jorge Alves integrou o executivo de Manuel Machado nos últimos dois mandatos. Ao mesmo tempo, foi vogal e depois presidente do conselho de administração dos serviços municipalizados de transportes – os SMTUC.

Foi precisamente a empresa de transportes urbanos de Coimbra, detida pelo município, que entre 2016 e 2019 fez quatro contratos por ajuste direto com uma start up fundada por Rui Sales, filho de Jorge Alves. Os contratos ultrapassavam os 200 mil euros.

O sistema de manutenção preditiva criado start up foi apresentada numa reportagem à SIC, meses depois de ter sido mostrada diretamente a Manuel Machado pelos dois jovens responsáveis pela empresa – um sobrinho e outro filho de Jorge Alves.

Uma ligação familiar que só terá sido conhecida na última semana, depois de um cartoon satírico ter surgido nas redes sociais. O vereador demitiu-se na sexta-feira depois de uma averiguação interna.

Tanto o município como os restantes membros da administração dos SMTUC enviaram participações para o Ministério Público, que já confirmou a abertura de um inquérito para averiguar a adjudicação dos contratos.