País

“Muitas pessoas conhecem esta região apenas pela tragédia de Entre-os-Rios”

Entrevista SIC Notícias

A presidente da Junta de Freguesia de Eja, Isabel Guedes, em entrevista à SIC Notícias.

A 4 de março de 2001, a Ponte Hintze Ribeiro, que ligava Entre-os-Rios a Castelo de Paiva, caiu e arrastou para o Douro três carros e um autocarro. Não houve sobreviventes, 59 pessoas morreram, 36 corpos nunca foram encontrados.

Vinte anos depois, a presidente da Junta de Freguesia de Eja relembra as repercussões que a tragédia trouxe à região, afirmando que nos últimos anos tem sido feito um trabalho para “passar uma imagem positiva”, apesar da “marca” que continua a acompanhar Entre-os-Rios.

“Muitas pessoas conhecem esta região pela tragédia, não associam a terra às coisas boas que tem. Queremos que as pessoas cheguem cá pelas melhores razões e não pela queda da ponte”, sublinha.

Questionada sobre a construção do IC35, diz ter dúvidas de que a obra possa ser concluída em cinco anos, como apontou na terça-feira o presidente da Câmara de Castelo de Paiva, Gonçalo Rocha.

“Se durante 20 anos não tivemos a obra em execução, não há de ser em cinco anos”, concluiu.