País

"Não há um avanço no país que não esteja associado à luta e à intervenção do PCP"

Entrevista SIC Notícias

João Ferreira sobre os 100 anos do Partido Comunista Português.

O PCP comemora este sábado 100 anos, foi fundado a 6 de março de 1921. O comunista João Ferreira esteve na Edição da Manha da SIC Notícias para assinalar a data, contar a história do partido e o que foi feito no último século.

Luta pela democracia e liberdade e resistência contra o fascismo

João Ferreira começa por enaltecer o papel do partido na luta pela democracia e pela liberdade em Portugal. "São 100 anos que mostram um partido que foi capaz de existir e intervir em situações muito diferentes", afirma.

"Não há nenhum partido português, não há nenhuma força, que tenha, como o PCP, simbolizado a luta pela democracia e pela liberdade durante o tempo da ditadura. Quando defender a democracia e a liberdade significava pagar com a própria vida, como aconteceu com muitos, ou privação da própria liberdade. O PCP teve um papel importante de resistência contra o fascismo", refere.

"Não há um avanço no país que não esteja associado à luta e à intervenção do PCP"

Em entrevista à SIC Notícias, falou também sobre o contributo dos comunistas para o desenvolvimento do país ao longo dos últimos 100 anos.

"Não há um avanço, não há um progresso, não há uma melhoria no país, nos últimos anos, que não esteja de alguma forma associada à luta e à intervenção dos comunistas portugueses", continua.

João Ferreira defende que o PCP soube sempre ter uma atuação adequada aos diferentes contextos. Diz também que é um partido voltado para o presente e para o futuro e com iniciativas voltadas "para as dificuldades do país".

  • 2:33