País

Inconstância dos caudais do Tejo ameaça reprodução de muitas espécies

Existem zonas onde é possível atravessar o rio Tejo a pé.

Pescadores queixam-se que a inconstância dos caudais do Tejo está a ameaçar a reprodução de muitas espécies e a colocar em risco o ecossistema.

Os ambientalistas acusam a gestão hidroeléctrica espanhola. Significa que as quebras de agora vão sentir-se depois e os pescadores temem que a atividade fique sem margem de subsistência

Em muitos dias, a várias horas, na zona de Mação, por exemplo, é perfeitamente possível atravessar o rio a pé, mesmo num ano de muita chuva.