País

Agressão com arma de fogo provoca uma vítima mortal em Tabuaço

Canva

Um homem com cerca de 60 anos morreu vítima de agressão com arma de fogo na sequência de desentendimentos.

Um homem com cerca de 60 anos morreu esta segunda-feira em Valença do Douro, vítima de agressão com arma de fogo e na sequência de desentendimentos, disse à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Tabuaço.

"As pessoas contam que estes dois homens" vinham tendo "discussões por causa de passagens de terrenos" e hoje o conflito "acabou nesta agressão com arma de fogo, com dois tiros de caçadeira", adiantou Marcos Fonseca.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Tabuaço acrescentou que "o agressor é um homem com cerca de 70 anos" e que fugiu após ter disparado sobre a vítima, "um conterrâneo com cerca de 60 anos", tendo-se entregado às autoridades mais tarde.

Fonte do Comando Territorial da GNR de Viseu referiu à agência Lusa que o agressor se entregou no posto de comando local e que o processo foi agora encaminhado para a Polícia Judiciária (PJ).

"Os bombeiros fizeram manobras de reanimação", mas sem sucesso.

O óbito foi declarado no local pela equipa do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) de Macedo de Cavaleiros, que se deslocou para ali de helicóptero, indicou Marcos Fonseca.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu, o alerta foi dado às 15:55 e para o local foram mobilizados sete operacionais, apoiados por três viaturas, além da equipa do INEM.