País

Transplantes caem 21% com a pandemia

Em 2020, foram transplantados menos 184 órgãos.

Os transplantes de órgãos caíram 21% no primeiro ano de pandemia em Portugal. Em 2020, realizaram-se 695 operações deste género, menos 184 do que em 2019.

Esta redução é explicada pelo menor número de colheitas realizadas durante este período (menos 197) e pela quebra no número de dados falecidos (caiu 27%) e de dadores vivos (quebra de quase 50%).

A queda foi maior durante a primeira vaga da pandemia, não só devido ao desvio de recursos mas também por questões de segurança, já que havia ainda muitas dúvidas e incertezas sobre o novo coronavírus.

Desde essa altura que o número de transplantes tem vindo a aumentar mas ainda a um ritmo lento.

Veja também: