País

Queda de andaime faz dois mortos em Almada

MIGUEL A. LOPES

As duas vitimas mortais eram trabalhadores da construção civil.

A queda de um andaime no Feijó, no concelho de Almada, provocou esta terça-feira dois mortos.

Foram as únicas vítimas do acidente e eram trabalhadores da construção civil. Os óbitos foram declarados no local.

A queda da estrutura aconteceu num prédio de cinco andares, onde decorria uma obra na fachada do edifício, na rua D. Francisco de Almeida.

"Estrutura estava mal montada"

Jorge Paulo, 2.º Comandante dos Bombeiros Voluntários de Cacilhas, adiantou que a estrutura cedeu porque estava mal montada. Depois do acidente, foi colocada uma plataforma no local para avaliar a razão da queda do andaime.

"Havia dúvidas em relação à chegada à cobertura" do prédio, adiantou o responsável.

Sobre a obra, o comandante dos bombeiros acrescenta: "Pelo que me parece, não está licenciada". No entanto, remete mais explicações para a Proteção Civil.

MIGUEL A. LOPES

Em relação a possíveis danos, adiantou que há janelas e estendais partidos, mas que o edifício não está em risco.

Por volta das 16:25, estavam no local cerca de 35 operacionais, incluindo os Bombeiros de Cacilhas, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), a Proteção Civil de Almada, uma equipa de psicólogos, a PSP e a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT).

O alerta às autoridades foi dado às 14:40.

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES