País

Algarve vai ter um centro de procriação medicamente assistida

Lacerda Sales afirma que tratamentos suspensos por causa da pandemia já foram retomado.

O Algarve vai ter um centro de procriação medicamente assistida que deverá estar a funcionar até ao final do ano.

O anúncio foi feito esta manhã no parlamento pelo secretário de Estado da Saúde que afirmou também que os processos que ficaram suspensos por causa da pandemia já foram retomados.

A audição, por videoconferência, foi requerida pelo PCP, "para discussão sobre os atrasos no acesso aos tratamentos de procriação medicamente assistida e as medidas para os recuperar".