País

Bebé transportado para o hospital após acidentes causados por condutor em fuga

De acordo com a PSP, tudo aconteceu na tarde de terça-feira, na zona ocidental do Porto, quando o condutor efetuou uma manobra perigosa e "ignorou as indicações policiais".

Um bebé de 29 dias de idade foi sujeito a observação hospitalar na sequência de uma de várias colisões provocadas por um condutor em fuga à PSP do Porto, disseram hoje fontes policiais e de socorro.

"Em resultado de uma das colisões, uma vítima (bebé com cerca de um mês) careceu de ser transportada para junto de unidade hospitalar para receber tratamento", indicou em comunicado a PSP, que acabou por deter o condutor.

Fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) referiu à agência Lusa que o bebé foi transportado ao Hospital de São João, a fim de ser observado, "mais por precaução", tendo em conta a sua idade.

Ainda segundo o INEM, a sequência de acidentes provocou também ferimentos ligeiros numa mulher de 51 anos, que dispensou tratamento.

O automobilista, de 29 anos, que fugiu à polícia no final da tarde de terça-feira e que acabou detido na zona ocidental do Porto, justificou o seu comportamento por conduzir sem carta, disse à Lusa fonte policial.

Tudo começou, segundo a PSP, quando o condutor foi detetado a efetuar uma manobra perigosa e "ignorou as indicações policiais para imobilização do veículo, colocando-se em fuga a grande velocidade".

Durante a fuga, diz a PSP, tentou atropelar agentes da Polícia Municipal do Porto, "que lhe haviam dado sinal para imobilizar a viatura".

Depois de embater em diversos veículos, a viatura conduzida pelo suspeito veio a imobilizar-se na Rua Diogo Botelho, Porto, local onde se consumou a detenção.