País

Reviravolta no julgamento da morte de Ihor Homeniuk: o que pode acontecer

Leitura da sentença marcada para dia 10 de maio.

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação dos três inspetores do SEF acusados da morte de um passageiro ucraniano a penas de prisão entre oito e 16 anos pelo crime de ofensas corporais graves, agravada pelo resultado (morte).

Tendo em conta o grau de culpa de cada um dos inspetores do SEF acusados, nas alegações finais do julgamento, a procuradora Leonor Machado pediu para os arguidos Duarte Laja e Luís Silva uma condenação entre 12 e 16 anos de prisão, mas de preferência não inferior a 13 anos.

O advogado de Direito Penal, Pedro Duro, explicou esta segunda-feira na Edição da Noite que é mais fácil provar crimes de ofensas corporais graves e sublinhou que foi preciso perceber qual era a intenção dos inspetores relativamente ao resultado, isto é, se pretendiam apenas agredir Ihor fisicamente ou se queriam matá-lo.