País

Presidente da República envia "profundas e sentidas condolências" à família de Carlos Bernardes

TIAGO PETINGA

Carlos Bernardes foi encontrado morto em casa esta segunda-feira.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou as "mais profundas e sentidas condolências" à família do presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, que foi encontrado morto em casa esta segunda-feira

"O Presidente da República recebeu com enorme consternação a notícia inesperada da morte do Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, e envia à família enlutada, nesta hora difícil, as mais profundas e sentidas condolências, que estende a todo o Município de Torres Vedras", pode ler-se numa nota publicada no sítio oficial da Presidência da República na Internet.

Encontrado morto em casa

O presidente da Câmara de Torres Vedras, Carlos Bernardes, morreu esta segunda-feira. Tinha 53 anos.

A SIC confirmou que o autarca foi encontrado morto em casa, por volta das 15:00, na freguesia do Turcifal, em Torres Vedras. Terá sido a mãe a encontrá-lo na cama sem vida.

Segundo a GNR, tinha ferimentos de arma branca no pescoço e foi encontrada uma faca junto ao corpo.

Uma Brigada de Investigação de Homicídios da Polícia Judiciária de Lisboa deslocou-se ao local para averiguar as causas da morte.

Carlos Bernardes, de 53 anos, era presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras desde 1 de dezembro de 2015.

Ganhou pela primeira vez a corrida à presidência da câmara em 2017 e foi vice-presidente entre 2005 e 2015.

Em 2015, assumiu o cargo de presidente quando o então líder do executivo, Carlos Miguel, renunciou ao mandato para assumir funções no Governo.