País

Presidente da República e primeiro-ministro lamentam morte de José Festas

Câmara Municipal de Vila do Conde

Pescador e dirigente associativo natural de Vila do Conde morreu esta terça-feira, aos 58 anos.

O Presidente da República e o primeiro-ministro lamentaram esta terça-feira a morte do mestre José Festas, presidente da Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar.

José Festas, pescador e dirigente associativo natural de Vila do Conde, no distrito do Porto, morreu esta terça-feira, aos 58 anos, vítima de doença.

Através de uma mensagem publicada no site oficial da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa manifestou "profundo pesar" pela morte de José Festas e dirigiu "as mais sentidas condolências" à sua família, amigos e associados.

"O mestre Festas, como era conhecido entre todos, serviu sempre com grande profissionalismo a causa do Mar e da segurança dos pescadores, vivendo abnegadamente pela proteção dos mais vulneráveis dentro da comunidade piscatória", escreveu o chefe de Estado.

O Presidente da República expressou o desejo de que "o reconhecido valor do mestre e do que alcançou na Associação Pró-Maior persistam como forma de enaltecer o seu legado, tão relevante quer para os que enfrentam diariamente as vicissitudes das tarefas pesqueiras, quer para quem sofre com as angústias de ficar em terra".

O primeiro-ministro lamentou a morte do mestre, considerando que foi um lutador em defesa dos pescadores e de todos os profissionais ligados ao mar.

"Foi com pesar que tive conhecimento da morte de José Festas, o mestre Festas, presidente da Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar. Um lutador na defesa dos pescadores e de todos os profissionais ligados ao mar", escreveu António Costa na sua conta pessoal na rede social Twitter.

José Festas distinguido duas vezes pelo município de Vila do Conde


José Festas estava à frente da Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar há quase 14 anos, desde que esta instituição foi criada, em 17 de maio de 2007, lutando por medidas de proteção no trabalho de armadores, pescadores e outros profissionais e não profissionais ligados à vida do mar.

O pescador e dirigente associativo, popularmente apelidado de "mestre Festas", viu a associação que liderava ser agraciada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com o título honorário da Ordem do Mérito, em maio de 2017.

A nível local, José Festas foi distinguido duas vezes pelo município de Vila do Conde, com a Medalha de Mérito Singular e com a Medalha de Mérito ao Associativismo.A Câmara Municipal de Vila do Conde manifestou esta terça-feira "profundo pesar" pela sua morte.

  • 2:55